Login

SAMBA (+ALOHA)

O objetivo do projeto SAMBA  foi desenvolver instrumentação para detecção de organismos planctônicos em sistemas em fluxo, com potencial para utilização em outras aplicações ambientais. Exploramos diferentes opções de desenvolvimento de hardware e software para visualização e extração de dados. Técnicas de visão computacional foram desenvolvidas e aplicadas como parte dos nossos objetivos de pesquisa. O projeto teve parceria e apoio financeiro da Petrobras.

opticaltable

Laboratório de óptica em Ubatuba do LAPS

Imagem sendo capturada com câmera de alta velocidade (Photron SA2)

Amostragem de plâncton em ambientes incomuns (para um cientista dos trópicos como Fabiano Baldasso), para observações de comportamento usando sistemas de vídeo (UWM, Milwaukee, USA).

 

Desde 2012 o SAMBA esteve associado com outro projeto chamado ALOHA (sigla para o título em português) que tem suporte financeiro do FINEP. Os objetivos são similares em ambos os projetos, mas o ALOHA inclui esforços adicionais para o estudo da viabilidade do fitoplâncton usando corantes vitais e mortais, dando suporte à análise da dinâmica de partículas em suspensão.

Alguns exemplos de vídeos capturados no laboratório em Ubatuba.